Foto DivulgaçãoViagens > Virá Charme

Virá Charme Resort inaugura SPA de flutuação exclusivo

Projeto único no Paraná consiste em experiência dentro de cápsula com água salinizada e climatizada, que soma à singular hospedagem no bangalô sobre a água característica do resort

23/01/2023por Matheus Ribeiro

O Virá Charme Resort, localizado em Teixeira Soares, a cerca de 150km de Curitiba, acaba de inaugurar um SPA de flutuação pioneiro no Paraná. Fruto de uma parceria entre o Virá, a empresa de tecnologia VOID Float e o arquiteto Eduardo Gomes, do escritório Casa de Projetos, o SPA é conhecido também como tanque de privação sensorial, uma vez que a ideia da experiência na cápsula é perder a referência de tempo e espaço e obter um relaxamento profundo. A proposta é mais intimista e diferente dos demais espaços do hotel.

Nos primeiros minutos, após entrar na cápsula, uma música tranquila e luzes amenas conduzem a mente e o corpo para o estado de relaxamento. Após esse tempo, ambos param, e fica a critério do cliente seguir com a cromoterapia ou aproveitar o escuro. Nos últimos 5 minutos, a música volta para indicar o fim da sessão, que dura cerca de 50 minutos. Ao sair da cápsula, a pessoa segue para uma ducha que pode ser tomada ao ar livre, com vista para a floresta de bambus que contorna o SPA e totalmente privativa.

 

“Ao entrar na cápsula, a temperatura do ar e da água são equalizadas com a do corpo, em torno de 35,5ºC. A ideia é que não seja perceptível onde acaba a água e onde começa o ar, sendo uma experiência super imersiva, mesmo”, comenta Luccas Baptista, fundador e CEO da empresa responsável, VOID Float.

 

A solução de água utilizada é super salinizada (500kg de sal para 500l de água), mais que a do Mar Morto e do Salar de Uyuni, para que, ao entrar na cápsula, a pessoa fique confortavelmente flutuando. “Como o sulfato de magnésio utilizado é extremamente puro, a sensação no toque da pele não é nem um pouco incômoda, o que o difere do cloreto de sódio (sal de cozinha). Apenas a sua densidade é mais alta que a de uma água comum, permitindo a flutuação”, comenta Luccas.

 

Tecnologia de ponta em projeto arquitetônico exclusivo

Para o SPA de flutuação, foi pensado um circuito de espaços que levassem a pessoa a sutis conexões com a natureza, seja pela abundância de iluminação e de ventilação natural, seja pela presença de elementos - nos verdes como o bosque de bambu, na água da ducha externa ou banho de chuva e no fogo da lareira.

Na sala de flutuação, um ambiente totalmente neutro, sem ruídos estéticos, com iluminação e ventilação controladas, hermeticamente protegido de influências externas por seu isolamento termo-acústico, onde o protagonismo fica por conta da cápsula e das experiências e sensações que a pessoa poderá ter enquanto flutua.

 

“Para a construção do SPA, priorizamos materiais naturais, locais e renováveis. Toda a madeira é proveniente do reflorestamento do hotel, as pedras utilizadas vem de uma jazida da região metropolitana de Curitiba, os colaboradores da execução da obra e os prestadores de serviços são todos trabalhadores da região… Proporcionamos uma execução de obra com baixa pegada na emissão de Carbono”, explica o arquiteto Eduardo Gomes, responsável pelo projeto. 

 

“O visual da cápsula é futurista, semelhante ao formato de uma nave espacial mesmo”, comenta Luccas. Mas a tecnologia não está no design. A solução de água com bastante sal é antibacteriana, pois cria um ambiente inóspito para a proliferação de organismos. Além disso, a água é esterilizada, como numa piscina filtrada, passando por uma bomba com sistema de filtro super fino que retém bactérias e partículas sólidas. A cada uso, ocorre também uma limpeza fotocatalítica de luz ultravioleta, desmontando células de uma maneira mais eficaz que em uma água fervida, por exemplo.

“É uma experiência única, um processo de limpeza do corpo e da mente, como se fosse um sono profundo e revigorante. Com certeza quero voltar mais vezes”, comenta Jorge Gomes, que já experimentou a cápsula.

 

Benefícios físicos e psicológicos

O SPA de flutuação é mais que uma experiência imersiva de relaxamento, para alívio do estresse ou meditação. É utilizado também para tratamentos de dores nas articulações dos idosos, recuperação intensa de músculos dos atletas, descanso do excesso de peso no corpo de grávidas, e até mesmo para tratamento estético, uma vez que a água salinizada e de temperatura elevada ajuda na subsequente eliminação de líquidos, reduzindo medidas do corpo.

Mesmo a experiência sendo válida para uma única vez, são oferecidos pacotes para quem desejar fazer o uso em série e potencializar os efeitos. “Nosso propósito é oferecer mais uma vivência única ao hóspede, mais uma verdadeira Experiência Virá. Com isso, veio a ideia de trazer esse tanque de flutuação exclusivo no estado do Paraná para o resort”, explica David Gryczynski, sócio-proprietário do Virá Charme.

Não existe contraindicação nem limitações físicas para uso da cápsula, mas, em caso de dúvidas, é orientado que seja consultado um médico antes da utilização. As sessões custam R$250, com duração total de 60min. 

 

Sobre o Virá Charme Resort

Com mais de 170 hectares de natureza, o Virá Charme Resort está localizado na cidade de Teixeira Soares, a 154km de Curitiba.  A arquitetura sul-polonesa dos chalés (tanto os da terra como os da água) abriga requinte e sofisticação em banheiras de hidromassagem com vista para o lago, lareiras à lenha e redes no deck. Foi fundado em 1998, quando ainda se chamava Pousada Fazenda Virá, fruto do sonho do casal Ieda e David. Depois de 2 anos de história, o resort cresceu, passou por uma reformulação de marca, mas sempre mantendo o objetivo: receber bem.