Cultura

Núcleo Regional de Cultura é inaugurado na Unicentro

09/07/2024por Revista Visual

O Núcleo Regional de Cultura de Guarapuava foi inaugurado nesta sexta-feira (5) pelo Governo do Estado do Paraná na Universidade Estadual do Centro-Oeste. Instalado no Câmpus Santa Cruz da universidade, o espaço busca expandir o acesso da comunidade, artistas em especial, às políticas e ações culturais.

Além de Guarapuava, outros seis núcleos regionais de Cultura foram inaugurados nas macrorregiões do Estado por meio de uma iniciativa da Secretaria de Cultura (SEEC) em parceria com a Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SETI). “A secretária Luciana tem feito um trabalho de interiorização cada vez maior dos aparatos culturais e decidiu instalar Núcleos de Cultura no interior do estado para serem braços de atuação da Secretaria de Estado da Cultura. Neste sentido, houve o diálogo com a Seti para que estes núcleos estivessem sediados dentro das nossas universidades, porque as instituições já, tradicionalmente, são uma presença de atividade cultural no interior do estado”, pontua o secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona. “Isso potencializa a ação cultural que a universidade promove e as atividades de cultura que, do ponto de vista da Secretaria de Cultura, são executadas no Estado como um todo. É uma soma de esforços em que, quem ganha efetivamente, é a população”, completa.
A secretária estadual de Cultura, Luciana Casagrande Pereira, durante a cerimônia de inauguração, destacou que a criação dos Núcleos pretende promover a descentralização da cultura paranaense. “A cultura do Paraná é muito diversa, cada região tem sua especificidade e precisa ser tratada dessa forma para que a gente alcance políticas públicas mais eficientes e efetivas”, disse.

O Núcleo de Guarapuava atende 39 municípios, que compõem a macrorregião centro-sul. O espaço está sob a responsabilidade do Agente Regional de Cultura (Arc) Norbert Heinz. Conforme o agente, o trabalho já está encaminhado e deve ganhar um novo fôlego com a instalação do espaço físico na Unicentro. “Desde abril do ano passado já fazemos as visitas nos municípios, damos o suporte para que os municípios concluam o sistema municipal de cultura e também os editais Paulo Gustavo e Aldir Blanc”, lembra. “Agora teremos um espaço físico onde podemos atender tanto os gestores de cultura, quanto os agentes culturais, que são os artistas”, completa.
Para o reitor da Unicentro, Fábio Hernandes, a instalação do Núcleo no Câmpus Santa Cruz deve fortalecer a cultura regional na totalidade, possibilitando a continuidade do trabalho voltado aos artistas e entusiastas da cultura. “Já temos todas as nossas ações e agora, com o escritório da secretaria, vamos ter mais oportunidades de eventos culturais”, destaca o reitor. “A partir dele também será possível gerar renda e mostrar possibilidades aos profissionais da área de cultura. Esse escritório vai fazer a ponte entre o profissional da cultura e as possibilidades de atuação. Agora, nossa universidade tem mais esta porta para a nossa comunidade que permite levar ao profissional da cultura as possibilidades de atuações”, finaliza.