Fonte: AEN ParanáSustentabilidade

Com mais conforto e segurança, Salto São Francisco voltará a receber turistas

A partir de agora, visitantes precisarão ser acompanhados por operadores e condutores especializados, cadastrados pelo IAT.

30/03/2023por Matheus Ribeiro

Um dos pontos naturais mais icônicos do Paraná, o Salto São Francisco, entre Guarapuava, Prudentópolis e Turvo, poderá ser visitado novamente pela população, e com a garantia de mais segurança e conforto para os turistas. Os visitantes precisarão necessariamente ser acompanhados por operadores e condutores especializados, cadastrados pelo Instituto Água e Terra (IAT). Haverá cobrança de taxa, com valor a ser estipulado pelos empreendedores.

A trilha de pouco mais de um quilômetro estava interditada desde fevereiro de 2022 como forma de evitar acidentes, já que o local é de difícil acesso e o resgate precisa ser feito por via aérea e em condições climáticas favoráveis.

O cadastramento dos interessados em prestar o serviço pode ser realizado diretamente no site do IAT, na aba Esporte de Aventura e Montanhismo. O projeto foi regulamentado pelas portarias 194/2022 e 196/2022, ambas emitidas pelo instituto. É a partir da validação desses cadastros pela Diretoria de Patrimônio Natural do órgão que a trilha poderá ser usada novamente. Já a entrada no parque e visitas aos demais pontos turísticos, como o mirante, seguem gratuitas. “Não será permitido percorrer a trilha sozinho ou com a família, a condição é que exista esse suporte técnico de especialistas”, destacou a chefe de Unidades de Conservação do IAT de Guarapuava, Alline Hlatki.

“A reabertura do Salto São Francisco é um pedido antigo da comunidade. O local só foi fechado por causa de alguns acidentes”, afirmou o diretor de Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto. “Optamos por proporcionar um acompanhamento especializado a partir do trabalho de condutores e operadores de turismo receptivo. Essa medida ajudará também na fiscalização e no controle de acesso a esse importante atrativo localizado em uma Unidade de Conservação (UC) ambiental”.

 

PARQUES PARANÁ

A busca por melhorar a infraestrutura das UCs faz parte do projeto Parques Paraná, lançado pelo Governo do Estado em 2019. A partir da proposta, as unidades ganharam nova sinalização; elaboração e revisão de planos de manejo; projetos de qualificação e segurança do turismo de aventura; programa de prevenção a incêndios; suporte no manejo de trilhas e resgate; novos veículos e equipamentos; além de regularização fundiária por meio de georreferenciamento.

 

PARQUE

O Parque Estadual Salto São Francisco da Esperança foi criado em 2010 e é um importante reduto para preservação da Mata Atlântica no Paraná, protegendo nascentes e mananciais da região. Além disso, guarda paisagens incríveis como o Salto São Francisco e o Saltos dos Cavalheiros. Hoje, a UC conta com portal, recepção, estacionamento, lanchonete, trilha interpretativa, pontes, entre outros. A trilha principal tem pouco mais de 1 km e margeia o Salto São Francisco.

A cachoeira do São Francisco tem 196 metros de altura, se destacando como a maior cachoeira do Sul do Brasil e a quinta maior do País em extensão.